Marketing de Conteúdo: o que é, como usar?

Você já deve ter ouvido falar em marketing de conteúdo, mas não entendeu qual a diferença do marketing digital, não é? Então, marketing de conteúdo é uma estratégia especializada na criação e distribuição de conteúdo.

Esses conteúdos devem ser relevantes, terem um “valor” agregado, ou seja, sãs informações, conhecimentos repassados que podem ajudar as pessoas que terão acesso a esse conteúdo.

Como construir marketing de conteúdo?

1º Tenha em mente o que deseja divulgar, essas informações devem resolver uma necessidade, promover a reflexão, ou seja, tocar na dor da pessoa;

2º Na elaboração do texto utilize gatilhos mentais

3º Destaque a sua atuação, explicando que você tem mais conteúdo para informar

4º Apresente esse conteúdo de forma gratuita

Construa seu material baseado em três diferentes tipos de conteúdo:

Técnico – informações especificas sobre determinado produto ou serviço;

Persuasivo – utilize gatilhos mentais e técnicas de copywriting;

Inspiração – utilize depoimentos, mensagens, frases que causam emoção e conexão com quem está lendo;

Formatos

O conteúdo pode estar em um vídeo, uma imagem, um artigo, um infográfico.

Não basta ter uma boa imagem e um bom layout, é preciso ter material relevante para chamar a atenção das pessoas.

Ideias de conteúdos

Se você trabalha no ramo de imóveis, pode produzir conteúdo relacionado a financiamentos, taxas de juros, novos empreendimentos, cuidados com a casa, dicas de como escolher um imóvel, maneiras de render mais seu investimento.

Já para alguém que trabalha com vendas de roupas, as tendências de cada estação, significado das cores, dicas de moda são boas opções de conteúdo.

Da mesma forma quem trabalha com venda de veículos ou com seguro de carro, é preciso passar um conteúdo relevante para seu potencial cliente. Informações sobre itens de viagens, depoimentos de segurados que tiveram problemas e receberam auxílio da segurado, dados sobre a venda de veículos, números de acidentes, enfim uma infinidade de assuntos que podem ser abordados.

Não importa o seu segmento, seja do ramo funerário ao de fabricação de etiquetas, é possível geral um conteúdo relevante voltado para sua área de atuação.

Planejamento

Antes de você começar a escrever precisa ter um planejamento, definindo objetivos e estratégias para atingir seu público alvo.

A escolha dos temas, forma de escrever, palavras chaves, tudo isso faz diferença no material que você estará produzindo.

Antes de começar a publicar, monte um cronograma de conteúdo, dessa forma você consegue se organizar melhor e distribuir a publicações nos dias e horários que verificar que é mais conveniente, ou seja, que você poderá ter uma maior audiência.

Qual a diferença que o marketing de conteúdo pode fazer?

É como separar o joio do trigo, na internet você encontra todo tipo de conteúdo, mas aquele te que impacta mais, fazendo com que você invista parte do seu tempo para ler são os que agregam valor de alguma forma para você.

Promessas vazias, publicações fúteis e inúteis não vão conquistar sua audiência.

É preciso estar atento as tendências e usar seu conhecimento a favor.

Marketing de Conteúdo bem elaborado serve para:

Entre os benefícios de utilizar o marketing de conteúdo está o de criar autoridade;

Criar um relacionamento com a sua audiência;

Fazer com que as pessoas confiem em você e gostem de você;

Fortalecer sua marca, é lembrado na hora de decisão de compra;

Auxilia a não ter ou a matar objeções na hora da venda;

Possibilita que você venda com preços mais altos, construindo valor para seu produto ou serviço.

Driblar a concorrência.

Espero que tenha gostado! Grande abraço!

Multiplique o número de clientes : peça indicações!

Os teus clientes estão satisfeitos com o teu produto ou serviço? Tenho certeza que a resposta é sim. E você está trabalhando para aumentar o número de clientes para quem você vende? Se a resposta também for “sim”, eu vou te dar uma dica muito eficiente para você conquistar novos clientes sem fazer um grande investimento financeiro. Aliás, você pode aumentar o número de clientes sem investir um centavo.

Primeiro é preciso entender que uma das maneiras mais eficientes de vender produtos ou serviços, é quando você tem acesso as pessoas. Ou seja, é importante que você tenha um grande número de contatos de pessoas. Esses contatos podem ser telefones ou até mesmo o e-mail. E a maneira mais barata e eficiente de você conseguir esses contatos é pedindo indicações para os clientes que já compram de você.

Eu vou indicar duas maneiras de você conseguir contatos de pessoas que podem se tornar seus clientes. A primeira é você direcionar o teu cliente comprador a te passar nomes e telefones de amigos que ele acredita que poderiam gostar do teu produto. Você pode fazer perguntas como “Você gostou o atendimento?”; “Como foi a experiência de fazer negócio comigo?”. Tenho certeza que a resposta será positiva e neste momento você pode abordar ele pedindo que ele veja na agenda do celular duas ou três pessoas que ele pode indicar para que, sem compromisso, você faça uma apresentação do serviço ou do produto que você vende.

Uma outra maneira, é usando estratégias internas para captar contatos. Muitas empresas utilizam a estratégia de fazer um sorteio, em que, para participar, o cliente precisa preencher um cupom com o nome e número de telefone dele, e de outros dois amigos. E caso seja sorteado, os três ganham o prêmio. Até o dia do sorteio, o vendedor terá inúmeros contatos de telefone para apresentar o seu produto.

Independente de qual estratégia você usar para captar esses contatos, é importante ressaltar que muitos destes contatos poderão se tornar seus clientes, já que a pessoa que te passou esses contatos certamente vai indicar pessoas que tem afinidade, ou que ela acredita que vão gostar do teu produto. E você vai se surpreender positivamente com o alto índice de novos clientes que você vai conquistar de forma muito rápida e barata.

Quer vender mais? Então não espere o cliente ir até você!

Muitas pessoas sonham em abrir uma empresa e se tornar um empresário de sucesso. Mas grande parte dos negócios não conseguem se manter muito tempo no mercado, fechando as portas poucos meses depois de iniciar as atividades. Isso acontece pelo fato do empreendedor não ter uma estratégica clara de vendas do seu produto ou serviço.

Todos os empreendedores, precisam ter a consciência de que a empresa que fica ali na esquina, ou àquela que fica ali do outro lado da rua, não são o seu principal concorrente. Hoje a concorrência está globalizada e um empreendedor pode estar perdendo cliente para outro empreendedor que possui uma loja há milhares de quilômetros de distância.

O empreendedor não pode pensar em abrir uma empresa e ficar atrás do balcão esperando que o cliente vá até ele. Isso certamente não será suficiente para manter a empresa em funcionamento por muito tempo. Para manter a saúde financeira da empresa, o empreendedor precisa ir ao encontro do cliente, e não ficar parado, apenas desejando que um cliente entre dentro da sua empresa.

Principalmente o empreendedor que está começando o seu negócio precisa entender que ele deve sempre estar em movimento. Ou seja, ele precisa estar permanentemente construindo estratégias para estar “na rua”, para atrair os clientes até a sua empresa. Minha sugestão é que o empreendedor utilize os canais de comunicação disponíveis, ou faça um trabalho para ir ao encontro do cliente e poder fazer uma prospecção de venda.

Todos os empreendedores precisam ficar atentos pois o mercado é muito dinâmico, e para faturar dinheiro é preciso ter uma boa estratégica. Cada perfil de negócio tem uma estratégia adequada, e o empreendedor que ficar parado não vai conseguir resolver o problema da falta de clientes, porém, o empreendedor que montar uma estratégia e agir, vai atrair mais dinheiro até ele.

Saiba qual é o melhor canal de vendas para o seu produto ou serviço

Vender mais, aumentar o faturamento e melhorar a qualidade de vida de toda a sua família. Eu tenho certeza que essa é a meta de todos os empresários, profissionais liberais e vendedores que acordam toda a manhã para ir ao trabalho.

Mas para atingir esse objetivo, é necessário ter uma boa estratégia para atrair mais clientes. E esta estratégia precisa ter foco nos canais de vendas corretos. Se você quer atrair mais dinheiro para a sua empresa, você precisa usar três canais básicos. São eles as Vendas Internas; as Vendas Externas e o Marketing.

Nas Vendas Internas, é necessário ter uma abordagem específica para oferecer seu produto ou serviço voltada para aquele cliente que vai até a sua empresa, é atendido no “balcão”. É aquele cliente que toma a atitude de te procurar para fazer uma compra.

As Vendas Externas precisam de uma estratégia específica, pois você sai da sua empresa para ir até o território do cliente para captar ele para uma venda. Você pode fechar a venda no território dele, mas você também pode utilizar a estratégia de atrair ele até a sua empresa, para que sua equipe faça esse trabalho.

Mas há ainda um terceiro canal, que é o “Marketing”, por meio dele você consegue mexer no mercado, deixar ele mais agitado. A estratégia neste caso é você colocar uma informação pelos canais de comunicação adequados, para atrair a atenção do cliente e fazer ele te procurar para comprar o teu produto ou serviço.

Ter o conhecimento para saber utilizar esses três canais da forma correta, é fundamental para você alavancar suas vendas. A dica que eu quero deixar para você é que definam qual é o melhor canal para você trabalhar, e saiba utilizar as estratégias da maneira correta. Você certamente vai aumentar o seu faturamento!

Aprenda a analisar o “J” da sua empresa e saia do vermelho

Todas as pessoas conhecem algum empresário que precisou fechar a sua empresa, ou que passou por um momento de quase falência. Vamos imaginar a trajetória de uma empresa em um gráfico, onde a empresa que fatura pouco, ou entra no negativo tem uma trajetória descendente, enquanto a empresa que eleva o seu faturamento passa por uma trajetória ascendente no gráfico.

É preciso ter consciência de que a toda a empresa sempre vai passar por momentos de trajetória positiva e negativa. Alguns empresários ingressam na trajetória negativa do gráfico e acabam desistindo e fechando a sua empresa. Outros empresários conseguem reverter a trajetória negativa, mas acabam desistindo da empresa no momento em que conseguem ingressar no lado positivo do gráfico. Há também aqueles que conseguem reverter a trajetória de queda, e mantém uma trajetória ascendente contínua, isso é o que chamado de “J”.

Se o empresário passou a perceber que sua empresa entrou em uma trajetória negativa, ele pode tomar três atitudes para reverter a situação e conquistar o “J” no seu gráfico de faturamento. A primeira coisa que é preciso construir na vida é a “Estratégia”, pois sem ela há grandes chances do empresário seguir afundando. Pode-se usar a metáfora de uma viagem, onde o carro é a empresa, e o empresário, que é o motorista do carro, antes de viajar precisa avaliar todas as opções de caminho que ele tem para chegar ao seu destino e utilizar a mais adequada para o seu objetivo. Essa comparação mostra a importância da estratégia, pois é ela que vai mostrar as ferramentas e os caminhos necessários para atingir um objetivo empresarial.

Após definir a sua estratégia ideal, o empresário passa para a segunda atitude essencial para entrar em uma trajetória positiva, o “Conhecimento”, pois ele vai te apontar a melhor maneira de desenvolver a sua estratégia, e a terceira atitude é a “Direção”.

A única maneira do empresário conquistar os resultados que deseja é combinar estes três fatores, a “Estratégia, o “Conhecimento” e a “Direção”. A combinação destes três fatores constrói a trajetória que conhecemos como o “J” das empresas.

Foto: rawpixel.com – br.freepik.com