Conheça cinco dicas para melhorar seu marketing pessoal

No mundo de hoje se faz cada vez mais necessário que você “apareça”, ou seja, que você mostre o seu trabalho, porque quem não é visto, não é lembrado. O marketing pessoal, independentemente da sua área de atuação, é necessário e possibilita que você possa trabalhar de uma forma que chame a atenção das pessoas de diversas formas.

Acredito que essa não apenas uma necessidade, mas uma obrigação de quem quer atuar no mercado de trabalho.

O marketing pessoal é você trabalhar muito mais que apenas o seu nome, sua marca, mas sim tudo que envolve você e sua área de atuação, ou seja, compreende também na forma como você trabalha, atende e se relaciona com as pessoas.

Conheça cinco dicas para fazer seu marketing pessoal

. Construa autoridade

Primeiramente vamos pensar em como uma empresa ou profissional reconhecido dificilmente tem dificuldade de vender seus produtos e serviços. Lembre daquele profissional que está na sua cidade e que todos conhecem, está sempre cheio de clientes. Mas qual a chave do seu sucesso?

Já falamos diversas vezes aqui no Blog sobre a oportunidade de construir autoridade e como ser reconhecido pode significar um aumento do seu faturamento.

Mas para se tornar autoridade é preciso que você tenha três tipos de conteúdo:

Conteúdo técnico –  conhecimento técnico sobre determinado assunto e área de atuação

Conteúdo de relacionamento – precisa estar próximo das pessoas certas

Conteúdo de sucesso – quando você evidencia suas competências por meio de depoimento de clientes e elementos de autoridade

2. Networking

Essa é uma habilidade muito importante, de criar relacionamentos se conectando com as pessoas.

É por meio dessas relações no ambiente de trabalho e social que você tem a oportunidade de conhecer pessoas, ajudar em causas criando vínculos que podem perdurar por toda uma vida.

3. Analise e monitore sua imagem

Faça uma análise sincera sobre sua imagem, pontos fortes e fracos e aí monte um plano de divulgação. O que você gostaria de evidenciar no seu trabalho?

Lembre-se que a imagem é muito importante, por isso invista no seu visual e em boa qualidade de imagens. De nada adianta um conteúdo bacana, se não houver uma foto atrativa.

Tenha muita atenção e cuidado no que você publica nas redes sociais, porque todos estão de olho naquilo que você publica.

Utilize o espaço para divulgar novidades e informações relacionadas ao seu trabalho.

4. Tenha conteúdo

São muitas as características que compõe sua imagem pessoal. Mas a forma como você escreve, se posiciona, o que você compartilha e curte no ambiente virtual vai destacando sua imagem.

Por esse motivo fique atento, compartilhe informações pertinentes a sua área de atuação, não queira ser especialista em futebol ou comentarista de política. Lembre-se que você atende a todos os públicos e foque naquilo que você faz.

Seja você mesmo, não tente “forçar” algo que seja muito diferente daquilo que você é naturalmente. Contudo, procure um equilíbrio, agindo com bom senso.

5. Qualifique-se

Acompanhe as transformações, esteja atento as novidades, busque sempre aprender.

 O melhor profissional não é aquele que sabe tudo sobre algo, mas sim aquele que consegue se transformar, aprender sempre.

Separe um tempo para ler bons livros, participe de cursos e treinamentos e lembre-se não ficar apenas no seu “mundinho”. Aceite o desafio, procure autoconhecimento, certamente qualificação voltada para o desenvolvimento de habilidades emocionais também farão parte da sua evolução.

O marketing pessoal é uma forma de comunicar e evidenciar suas qualidades técnicas e profissionais em determinada atividade. Não para demonstrar arrogância superioridade sobre o que você sabe ou trabalha.

Seja ético, tenha estratégia, trabalhe duro e certamente conseguirá ter um bom desempenho melhorando sua imagem.

Grande abraço!

O que você faria se tivesse R$ 300 mil reais para investir?

É muito comum as pessoas falarem que não tem dinheiro para colocar os seus projetos em prática. E se você tivesse esse dinheiro, em que você investiria?

Certa vez em uma Imersão que estava promovendo, eu conversei com uma pessoa que já havia participado de outra Imersão e retornou para aprimorar o seu conhecimento. E depois de dois dias de muito trabalho, ela veio conversar comigo, e me disse que estava com R$ 300 mil reais e não sabia onde investir. E ela me perguntou onde ela poderia investir esse valor. Ela queria abrir uma empresa, mas não sabia qual caminho deveria seguir.

Sabe o que aconteceu naquele momento? Essa pessoa me viu como uma autoridade dentro do meu segmento de atuação. Quando você é uma autoridade, as pessoas passam a confiar no seu julgamento. Eu imaginei que esses R$ 300 mil reais, provavelmente, era a economia de uma vida inteira, e ela confiou em mim para dizer o que ela deveria fazer com esse valor.

Quando uma pessoa olha para outra e reconhece ela como uma autoridade, ela passa a confiar no seu no julgamento. Seja de forma consciente ou inconsciente, ela começa a acreditar que pode ser ajudada pela outra. E isso é muito importante para empresários e vendedores de todos os segmentos. Não tem importância qual é o seu produto ou serviço, pois, no momento em que você começar a ser reconhecido como autoridade, você vai vender mais, e aumentar o seu faturamento. Porém, a construção de autoridade precisa acontecer de forma permanente, como um investimento constante na sua base, e dentro de pouco tempo você já poderá perceber a diferença.

Quer que os clientes te procurem para comprar teu produto? Eleve a sua autoridade!

Todos os empresários gostariam de vender o seu produto ou serviço com mais facilidade. E uma das maneiras de fazer isso é trabalhar a sua construção de autoridade, não importa o seu segmento, para você vender com mais facilidade é preciso elevar a sua autoridade. Com um bom trabalho de elevação da autoridade, o empresário tem a possibilidade de se tornar um “Midas” do seu segmento, ou seja, assim como o personagem mitológico, tudo que você vai tocar, vai se transformar em riqueza. E isso vai acontecer pelo fato de que todas as pessoas vão desejar comprar o seu produto ou serviço, sem que você faça um grande esforço par isso acontecer. As pessoas vão começar a te procurar para comprar de você.

Para elevar a sua autoridade, você precisa trabalhar cinco pilares centrais na sua abordagem do trabalho, é por meio deste processo que você vai se transformar em uma marca mais poderosa.

O primeiro deles é definir o seu “Nicho de Mercado”, e isso não é difícil, pois você já tem ele, pois você está inserido em um segmento específico.

O segundo pilar está em você entender que dentro deste nicho há diferentes tipos de públicos. E agora você precisa tomar uma decisão, pois é necessário escolher um destes públicos, que é o que nós chamamos de “Cliente Ideal”, ou seja qual é o perfil de cliente que você vai direcionar o seu investimento para vender.

O terceiro pilar é o “Ponto de Valor”. Neste passo você vai precisar criar uma lista, onde devem conter todos os tópicos que são relevantes e importantes para o Cliente Ideal, e isso vai te ajudar a construir uma abordagem assertiva na relação da sua empresa com ele.

O quatro pilar chama-se “Conteúdo”. Agora você vai precisar produzir conteúdo relevante sobre o seu produto ou serviço, e entregar para a sua audiência.

E o quinto pilar chama-se “Posicionamento”. Este é o momento em que você vai se posicionar perante uma audiência certa, com o conteúdo certo, que esteja abordando pontos de valores para essa audiência.

Este processo elimina as barreiras e cria pontos entre você e o seu cliente. E desenvolvido esse processo, as pessoas certas vão começar a tomar a decisão de conhecer você, que é o primeiro passo para você começar a melhorar as receitas financeiras do seu negócio.

Quer faturar mais? Aprenda a se relacionar e construir sua autoridade

Você costuma chamar os seus clientes pelo nome? Isso faz uma grande diferença para o seu cliente. Eu vou contar uma história que aconteceu comigo e me fez perceber algo extremamente importe, a maneira com que eu me relaciono com o meu cliente, e a autoridade que eu construo vão me fazer ganhar mais dinheiro.  Eu tinha seis veículos, todos eles eram abastecidos em um posto de gasolina de umas pessoas que são minhas amigas. E eu chegava neste posto, e as pessoas vinham me receber sorrindo, brincando comigo e me chamavam de “grandão”. Mas para mim tundo bem, pois eu sou grandão mesmo.

Um dia eu entrei no posto para comprar um energético sem açúcar, pois eu estava em uma dieta bastante restritiva. Mas quando eu cheguei lá, só tinha energético com açúcar, eu saí deste posto e fui em outro, eu conhecia o dono daquele posto, ele é uma pessoa bastante conhecida na cidade, mas eu nunca tinha entrado naquele posto dele para fazer uma compra. Quando eu desci do carro ele estava na porta e me recebeu com um sorriso, me apertou a mão e disse “Ricardo, você aqui no meu posto? Que prazer em te receber, que honra!!”.  Ele falou uma palavra mágica: “Ricardo”.

Eu me senti muito bem, pois o proprietário do posto, que é uma pessoa tão conhecida na cidade, saiu de dentro da loja de conveniência para me receber. Eu fiquei um tempo conversando com ele, comprei o meu energético, e voltei para o meu escritório. Quando cheguei pedi para a minha secretária para ligar para o posto pedir o preço do combustível deles. Então nós mudamos o local onde abastecemos nossos carros.

Tudo começou quando aquele empresário me chamou pelo nome. Mas não é só o nome, pois o nome é o relacionamento, mas é pela autoridade também, pois a autoridade é construída pelas pessoas. Você não é uma autoridade porque você quer ser, você é uma autoridade porque as pessoas decidem que você é uma autoridade, e isso faz com que as pessoas apostem mais em você.

Não perca oportunidades! Comece agora a construir sua autoridade

A construção da autoridade é um pilar central para todos os bons vendedores, independente da sua área de atuação, ou produto que está trabalhando. Isso acontece, porque a pessoa que tem autoridade vende mais e vende mais caro. Se você tem autoridade e o teu concorrente baixar o preço, você não precisa baixar porque mesmo assim as pessoas vão comprar de você.

Mas como eu posso construir a minha autoridade? Vou citar o ensinamento de uma pessoa com quem eu aprendi muito, Conrado Adolfo, ele me mostrou que nós precisamos trabalhar a base da pirâmide, pois o topo da pirâmide vem com o tempo. Isso significa que você precisa ter duas coisas bastante claras na sua cabeça, a primeira é entender e focar no teu nicho de mercado; e o segundo é definir qual é o teu cliente ideal.

Depois que você tiver clareza disso, você precisa conhecer melhor o teu cliente ideal, o mais importante desta etapa é você saber qual é o ponto de valor deste teu cliente ideal, isso quer dizer que você precisa entender o que é importante para ele.

Por fim, você vai trabalhar o seu posicionamento, que significa mostrar para o seu cliente quais são os pontos de valores que você pode entregar. E para você se posicionar com mais assertividade, é preciso criar uma linha de produção de conteúdo, por exemplo, na segunda-feira pode ser o Instagram, na terça-feira o Facebook, na quarta-feira pode ser a disponibilização de um vídeo, e assim sucessivamente, para que desta forma você mantenha de forma constante o conteúdo para a audiência.

É importante sempre você entender que é preciso se posicionar de várias formas, no on-line e no off-line; no orgânico e no impulsionado. Após esse processo o seu foco total será na ação de entrega do conteúdo para o cliente.